“... Sob a Tua Palavra lançarei as redes" (Lc 5.5b)


'O Teu caminho, ó Deus, é de santidade.

Que Deus é tão grande como o nosso Deus?

Tu és o Deus que opera maravilhas e, entre os povos, tens feito notório o teu poder" (Sl 77.13-14)


segunda-feira, 30 de novembro de 2015

'Navegar é preciso, viver não é preciso'

        'Navegar é preciso, viver não é preciso'. 
        O trocadilho refere-se ao verbo precisar não no sentido de necessidade e sim de exatidão.         
         Muitos atribuem, erradamente, esta frase a Fernando Pessoa. Na realidade, segundo os estudiosos, é de autoria do general romano Pompeu (70 a.C). Conta-se que este general, ao receber a incumbência de trazer trigo de locais distantes para Roma, mesmo reconhecendo os perigos da navegação, Pompeu animou seus auxiliares com esta palavra.
         
         Navegar, especialmente nos tempos atuais, com tecnologia náutica avançada pode até ser (em tese, pelo menos) preciso, exato. 
         Entretanto, quando pensamos na vida nos deparamos com muitas incertezas. Não sabemos quando e como findará e o que encontraremos pelo caminho já que a vida é uma caixinha de surpresas que não segue um padrão previsível.

         É verdade, 'viver não é preciso'. São tantas oscilações, num mundo de transformações, mudanças de valores, de tempestades inesperadas, convivendo com pessoas imprevisíveis e com pensamentos difíceis de decifrar.
         Para quem gosta de organização, tudo formatado, agendado é extremamente complicado. Muitos entram em surto. Desiludidos, após muitos conflitos e traições, se isolam em suas casas, mantendo-se ligado ao mundo exterior somente por meio de computadores e amigos virtuais.

      Entretanto, usando a navegação como referencial, podemos pensar que nossa vida não é um barco pra ficar ancorado nos portos. Para desfrutarmos de uma vida plena devemos enfrentar os mares da vida, com objetivos e estratégias racionais, na dependência de Deus.
       Com a certeza de que tudo (mesmo os maiores imprevistos) cooperará para o nosso bem se seguirmos a vontade de Deus.

         Conta-se que certo capitão precisava, em sua rota habitual, entrar com seu navio num braço muito estreito do mar, ladeado por rochas. Num momento específico precisava manobrar com precisão para, com segurança, alcançar o porto. Perguntaram-lhe como conseguia fazer isto à noite, sem errar e ele respondeu: - 'Sou guiado por luzes. Está vendo ao longe 3 luzinhas? Quando elas estão alinhadas, sei que é hora de mudar o rumo'.
     Leomam meditou certo dia sobre esta ilustração considerando o alinhamento de 3 luzes para sabermos a vontade do Pai:
1. Sonhos de mudanças. 
2. Mudanças que não contrariam a Palavra soberana de Deus e que, portanto, não prejudicam ninguém.
3. As circunstâncias e oportunidades propícias. Portas que se abrem enquanto outras, tão familiares, se fecham. 

         Ah, como precisamos ficar atentos ao alinhamento das luzes que Deus coloca no nosso caminho para, no tempo certo, dar uma quinada em alguma área da nossa vida. 
         
         É interessante como a vontade de Deus é um círculo. Se buscamos a Deus, com submissão e disposição em fazer a Sua vontade, Ele coloca sonhos, desejos em nosso coração que faz parte do projeto d'Ele pra nossa vida:
"A intimidade do Senhor é para os que O temem, 
aos quais Ele dará a conhecer a Sua aliança" (Sl 25.14)

         Os sonhos do Senhor não são medíocres. Pelo contrário, são extraordinários! O projeto de Deus para nós é muito maior do que ousaríamos sonhar:
“Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram,
nem jamais penetrou em coração humano o que
Deus tem preparado para aqueles que o amam” (1 Co 2:9).

         Juntamente com o sonho, Ele vai nos preparando. Muitas vezes usando o sofrimento, as perdas, as frustrações, portas tão familiares fechadas. Da mesma forma que o lapidador vai lapidando e polindo o diamante bruto, reduzindo as rugosidades, expondo o seu brilho. 
        O que precisamos é ter paciência e perseverar, guardando a fé, a esperança, a paz de que nossa vida está nas mãos de um Deus de poder e graça e que, no devido tempo, nos dará visão pra enxergarmos as estradas que Ele estava preparando, mesmo no silêncio, para nós.
         É fascinante! É extraordinário! É real! 
         Enquanto escrevo, diversas situações pelas quais passei vão desfilando em minha memória. 


         Aos 14 anos de idade comecei a trabalhar como secretária na Cruzada Mundial Evangélica e, aos 16 anos, no Banco Mercantil de São Paulo (em Ribeirão Preto), onde atendia o balcão preenchendo os depósitos, conferindo os saldos dos clientes já que não havia computadores na época (tempos difíceis, mas desafiantes rsrs). 
         Às 18 horas voltava pra casa rapidinho pra tomar banho e comer alguma coisa antes de ir pra escola. Fiz a Escola Normal - Magistério infantil. Depois da aula mergulhava num 'mexidão' feito com a comida que tinha sobrado e, por cima, a grande estrela do meu prato - um ovo estrelado (até hoje amo demais). 

         Deus colocou um sonho no meu coração. Entrar na USP de Ribeirão Preto. Ouvi algumas pessoas dizendo: 'Você vai prestar USP? Tá com coragem, hein?' É verdade! Eu nunca tinha estudado Física e Química na minha vida. Prestei. As provas eram pela manhã. Lembro que eu fazia tudo rapidinho e descia correndo (literalmente correndo) porque precisava estar no banco pra trabalhar ao meio dia. Pela misericórdia e projeto de Deus, entrei! Assim como, logo após a formatura, entrei no Mestrado e, depois, no Doutorado da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP, tendo finalizado ambos com nota 10, distinção e louvor.
         Louvado seja Deus porque muda a nossa sorte!** 

"Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor, pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais. 
Então, me invocareis, passareis a orar a mim, e eu vos ouvirei. 
Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração. Serei achado de vós, diz o Senhor, e farei mudar a vossa sorte..." (Jr 29.11-14).

         Este é o nosso Deus, que vem ao nosso encontro e muda a nossa sorte! Depositemos o nosso futuro em Suas mãos e Ele nos ensinará a alinhar as luzes para que algo excepcional aconteça. 
"Agrada-te do Senhor e Ele satisfará os desejos do teu coração" (Sl 37.4). 

         Viver não é 'preciso', não é uma ciência exata, mas é uma experiência fantástica, inusitada se for dirigida por um Deus que é Pai e se alegra em surpreender Seus filhos com presentes extravagantes!
        Deus que dirige nossa história, nos protege, nos presenteia com curas, com tamanho amor que torna o viver inesperado, mas pleno em beleza e realizações.
         Sim, navegar é preciso, viver também é preciso (exato), pela ótica da eternidade, quando o fazemos sob a direção de Deus! Inesperado e imprevisível para nossa compreensão limitada mas, exatamente o que precisamos para nosso aperfeiçoamento rumo a estatura da plenitude de Cristo (Ef 4.11-14).

*http://www.defesaaereanaval.com.br/tag/navio-veleiro-cisne-branco-u-20/
** Leia sobre nossa mudança pra Uberlândia em 'Por que Uberlândia?': http://destilardosfavos.blogspot.com.br/2013/06/alinhando-para-um-novo-rumo-por-que.html

domingo, 29 de novembro de 2015

'Brasil, Mariana (MG), nós... Mar de Lama?'

Pausa para Reflexão:


           'Sim, existe um grande responsável e providências devem ser tomadas! 
           Dói o coração só de pensar em quantas "rosas" foram destruídas, quantos "príncipes e princesas" desse Brasil perderam tudo que lhes era importante... 
          MAS será que nós também não derramamos um pouco de lama todos os dias!?... Quando esquecemos de Mariana/MG por causa de uma Black Friday (de mentira) e nos afogamos no consumismo, quando não conseguimos enxergar uma pessoa com fome ou com necessidades básicas bem ao nosso lado, quando não estendemos a mão pra ajudar, quando esquecemos de Deus e de propagar coisas boas no nosso dia a dia...'

"Tu te tornas eternamente responsável"... 

E é mto mais q um mar de lama ;/

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

        Acabamos de chegar da EBD quando me deparei (no facebook) com esta reflexão e desenho feitos pela minha filha Deborah.
        Na EBD, estudando sobre Mateus 19.16-22, o pastor Saulo refletiu sobre a pergunta do jovem rico a Jesus, querendo alcançar a maturidade: 'O que mais devo fazer, Jesus?'.. O QUE MAIS?
        A pergunta feita há mais de 2.000 anos atrás retorna para nós, hoje: 
'O que mais?' O que está me faltando? 
        E Jesus responde: RENÚNCIA!
        Sim, renúncia de querer controlar tudo, do orgulho, do dedo em riste para o irmão, da pindaíba do nosso coração. Renúncia do comodismo, da independência, da indiferença com a dor do nosso próximo. 
         
         Aconteceu em Mariana (MG), mesmo estado em que habito, mas é tão distante... E, vamos vivendo nossa vidinha, na indiferença... 
         O que está faltando? Sim, está faltando renúncia em prol do outro: cristianismo, relacionamento digno...
         Que Deus nos ensine a amar (de fato e de verdade), a estar disponível, a ter empatia, a compadecer do outro ao ponto de compartilhar do seu sofrimento; a ter misericórdia (a colocar nosso coração na miséria do nosso próximo) e estar sempre disposto a servir. 
         Quanto mais perto estivermos de Deus, mais sensíveis seremos à dor do nosso irmão: 

"Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos: 
se tiverdes amor uns aos outros" (João 13.35). 

'Deus, ensina-nos a amar...'


quarta-feira, 25 de novembro de 2015

'Umbigo do mundo'

        “...não me dês nem a pobreza nem a riqueza; dá-me o pão que me for necessário; para não suceder que, estando eu farto, te negue e diga: Quem é o Senhor? Ou que, empobrecido, venha a furtar e profane o nome de Deus”  (Pv 30.8-9)

      Você sabia que a terra tem um umbigo? Sim! 
      Trata-se de um dos buracos mais fundos da terra situado numa pequena cidade chamada Mirny, na Sibéria (Rússia). Uma região fria e distante dos grandes centros. Este buraco não é natural. É resultado de muitas escavações em busca de diamantes. Conta-se que, nos bons tempos, este local chegou a produzir duas toneladas de diamantes por ano.
*
*
         A Mina Mir é hoje uma cratera imensa (525 metros de profundidade e 1.200 metros de diâmetro) e, por isso, foi apelidada pelo sugestivo nome de 'Umbigo do Mundo'. Suas atividades se iniciaram em 1957 e foram encerradas em 2001. 
        Uma cicatriz que, ao invés de representar o início de uma nova vida, assinala o sepultamento de muitos sonhos.
        Alí, conta a história, muitos perderam sua vida, especialmente pelo inverno siberiano rigoroso que congelava até as máquinas e o solo dificultando, sobremaneira, a escavação.
         Para cada 100 gramas de diamante era necessário vasculhar 10 toneladas de cascalho. Tudo tem o seu preço e também suas consequências.
          Hoje, devido ao tamanho do buraco em forma de cone e das variações de temperatura, ele funciona como um aspirador gigante que suga e engole aeronaves. Assim, é proibido trafegar por ali.

          Em nossas vidas também há diamantes para serem conquistados. Entretanto, há um preço a pagar e ele pode ser muito alto se não tivermos a orientação de Deus. Um desperdício de esforço, suor, tempo e renúncias. 
         Muitos desistem... Por que? Falta de determinação, de propósitos (Lc 8.13)? Convicções frágeis? Coração volúvel, insensível ou 'duro de roer' (Ef 4.18)?
         Muitos ainda, contaminados por referenciais indignos ou enfastiados pela vaidade da posição social (Ez 14.3), afastam-se dos valores eternos.

        As perdas, os fracassos, as doenças podem ser o 'canto do galo', um alerta para que acordemos da sedução do ativismo,  das vãs filosofias (Cl 2.8), dos ventos de doutrina (Ef 2.14). Os desertos podem nos despertar dos cochilos da 'pança cheia', resultantes de ganhos temporários (Ap 3.17). 
        Vácuos que dividem nossos pensamentos (1 Rs 18.21), sugam nossa energia, nossa seiva e nos afastam do foco, das coisas do Alto (Cl 3.2), do primeiro amor por Jesus (Ap 2.4).  
         Deixamos de vigiar, nos acomodamos e, se não tomarmos uma posição, nossa vida se acabará num sono estéril.

         Na minha infância e juventude, passei por muita carência, lutas e medos. Não me envergonho, passou... não fiquei lá, não me enredei pela falta de recursos, por coveiros de sonhos. Apesar da total falta de recursos, acreditei em Deus e ousei sonhar!
         Alguém me disse: 'Você acha que tem chance de passar no vestibular da USP? Você fez um ginásio e escola normal (magistério), à noite. Nunca estudou química e física em sua vida!' 
          No final do terceiro ano do magistério Normal (tinha 17 anos), estudei 2 meses num cursinho intensivo noturno, enquanto trabalhava num banco. Nas aulas de reforço, aos sábados à tarde, saia mais cedo para ensaiar as crianças da igreja, para a festa de Natal!
         Não conhecia sequer regras simples da matemática, mas Deus colocou, num intervalo de uma aula, uma moça (desconhecida) pra me ensinar. Anotei o que ela me ensinou e pratiquei fazendo alguns exercícios.
          Prestei e passei na USP de Ribeirão Preto.

          Tive derrotas? Sim! Muitas! Mas não desisti. As limitações continuaram a me perseguir, mas eu não estava sozinha. Em toda minha caminhada, não tenho uma mínima dúvida que a mão de Deus me impulsionava, me dirigia, me ajudava a superar os muitos obstáculos.
          Primeira prova de química - teste: respostas erradas anulavam respostas certas. Consegui tirar 0,25 (valendo 10). Esta nota foi o cantar do galo para me alertar sobre o atalho enganoso que tinha tomado, achando no meu coração que tinha entrado na USP por mérito próprio. 
          Naquela noite chorei muito. Sempre tirava notas boas, sem estudar. A opção era voltar a trabalhar no banco (o gerente tinha deixado claro que se eu quisesse, poderia voltar) e fazer uma faculdade noturna ou reagir.
         Decidi reagir, aprender química. Derrotado é quem desiste, quem fica na beira do caminho ou aquele que é sugado pelas zonas de perigo. 

        Precisamos estar atentos se nossas amizades ou os benefícios que Deus tem nos dado tem deslumbrado o nosso coração e nos afastado d'Ele, da verdadeira riqueza deste mundo, do manancial de águas vivas:
"Porque dois males cometeu o meu povo: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, 
cisternas rotas, que não retém as águas" (Jr 2.13).

          Mas, louvado seja Deus, pela Sua misericórdia para os que O buscam com confissão e disposição de deixar todo o embaraço (Hb 12.1). Ele não desviará o Seu rosto de nós (2 Cr 30.9). 
           Pela graça de Deus, durante toda a faculdade não peguei nenhuma segunda época, nem mesmo de química. Entretanto, reconheço que mesmo estudando muito não conseguiria fazer isto sozinha. Hoje tenho consciência das minhas limitações. Percebo com nitidez a segurança que encontrei nos braços de Deus. Se não fosse Ele não teria finalizado minha graduação, não teria entrado em seguida no Mestrado e depois no Doutorado da Faculdade de Medicina da USP-RP e não estaria onde estou hoje.
          Ele nos tira da cova perigosa, do poço de lama e nos ensina a cantar uma nova canção (Sl 40.2-3). Deus nos cura (Os 14.4), apruma nossa vida, nos ensina valores e, no devido tempo, nos proporciona o fruto do nosso trabalho.
         
"Tenha cuidado com o que você pensa, pois a sua vida é dirigida pelos seus pensamentos... Olhe firme para a frente, com toda a confiança; não abaixe a cabeça, envergonhado. Pense bem no que você vai fazer, e todos os seus planos darão certo. Evite o mal e caminhe sempre em frente; não se desvie nem um só passo do caminho certo" (Pv 4.23-27)

* http://www.megacurioso.com.br/geologia/71444-a-terra-tem-um-umbigo-mina-mir-a-sugadora-de-helicopteros.htm

terça-feira, 24 de novembro de 2015

'Dia Nacional de Ação de Graças' - atualização 2015

DIA NACIONAL DE AÇÃO DE GRAÇAS
         "Entrai por suas portas com ações de graças..." (Sl 100.4).
  "Bom é render graças ao Senhor..."  (Sl 92.1)

Histórico do Dia de Ação de Graças
            O "Dia de Ação de Graças" originou-se nos Estados Unidos por peregrinos que alí chegaram de navios e fundaram treze colônias. Após um ano de muita luta, obtiveram uma abundante colheita. Agradecidos e emocionados, no outono de 1621, celebraram um culto de gratidão a Deus.
         Nascia o "Thanksgiving Day", celebrado até hoje nos EUA, na quarta quinta-feira de novembro, data estabelecida pelo Presidente Franklin D. Roosevelt, em 1939, e aprovada pelo Congresso em 1941.  

      O embaixador brasileiro Joaquim Nabuco, participando, em Washington, da celebração do Dia Nacional de Ação de Graças, declarou: "Eu quisera que toda a humanidade se unisse, num mesmo dia, para um universal agradecimento a Deus".
No governo do Presidente Eurico Gaspar Dutra, o Congresso Nacional aprovou a Lei 781/49, que consagrava a última quinta-feira do mês de novembro como o Dia Nacional de Ação de Graças. 

            Porém, em 1966, o Marechal Humberto Castelo Branco modificou esta Lei, dizendo que não a última, mas a quarta quinta-feira do mês de novembro seria o Dia Nacional de Ação de Graças, para coincidir com esta celebração em outros países.
Em tudo e por tudo devemos dar graças a Deus!

~~~~~~~~~~~~

        Cerca de 10 anos atrás, o Rev. Magno Vinicius Paterline, nosso pastor na Igreja Presbiteriana  do Brasil em Jaboticabal (SP) teve a iniciativa de promover a comemoração do Dia de Ação de Graças.  
        Mudamos com nossa família para Ituverava (SP) e nos últimos quatro anos (dos sete anos que ali estivemos), celebramos na IPB o Dia de Ação de Graças, nos moldes ensinados pelo pastor Magno. Este ano, 2015, estaremos celebrando na Sexta IPB de Uberlândia, onde congregamos atualmente.
     A cerimônia é muito significativa e segue a Ordem Litúrgica, como sugestão:


Ordem Litúrgica:
Prelúdio Instrumental:
Palavras do dirigente da liturgia
Convite a Adoração:
Todos: "Senhor, a ti pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam. Graças te rendemos porque somos parte de tua criação maravilhosa. Senhor, tu nos fizeste e nos amas. Tu és a nossa rocha e a nossa fortaleza. Recebe, Senhor, toda a nossa gratidão"!

Processual de Entrada das Bandeiras (Brasil, Minas Gerais, Uberlândia): Apêndice 1 (abaixo) - narração enquanto as 3 bandeiras são trazidas até o púlpito.
           
Hino Nacional Brasileiro cantado pela igreja.

Agradecimento pela Pátria 
Dirigente - Rendemos-te graças, Senhor, pela pátria que nos deste, com tudo o que nela existe de esplendor e de beleza. Agradecemos as bênçãos que tens derramado sobre o nosso Brasil.
Congregação - Agradecemos-te pela liberdade que temos de ler e pregar a tua Palavra em nosso país.
Dirigente - Louvamos-te porque nos despertas e capacitas para sermos tuas testemunhas, disseminando em nossa pátria a mensagem salvadora de Jesus.
Congregação - Que no Brasil reine a justiça, a união e a paz verdadeira, que só Cristo pode dar, pois só é feliz a nação cujo Deus é o Senhor.
Todos - Rendemos-te graças, porque a tua misericórdia dura para sempre.

Processual de Entradas das Oferendas: Apêndice 2 (abaixo) - narração enquanto crianças e adolescentes entram carregando:  
1º - Água; 2º - Leite; 3º - Pão; 4º - Vinho; 5º - Frutas; 6º - Verduras; 7 º - Cereais; 8º - Flores; 9º - Azeite; 10º Animais (pintinhos, coelhos) 

Oração de gratidão

Cântico de Gratidão

Agradecimento pelas colheitas: Salmos 65.1-2,5,9-13:
Dirigente: A Ti, ó Deus, confiança e louvor em Sião! E a Ti se pagará o voto.
Congregação: Ó Tu que escutas a oração, a Ti virão todos os homens.
Dirigente: Com tremendos feitos nos respondes em tua justiça, ó Deus, Salvador nosso, esperança de todos os confins  da terra e dos mares longínquos.
Mulheres: Tu visitas a terra e a regas; tu a enriqueces copiosamente; os ribeiros de Deus são abundantes de água;  preparas o cereal, porque para isso a dispões.
Dirigente: regando-lhe os sulcos, aplanando-lhe as leivas. Tu a amoleces com chuviscos e lhes abençoa a produção.
Homens: Coroas o ano da tua bondade; as tuas pegadas destilam fartura,
Dirigente: destilam sobre as pastagens do deserto, e de júbilo se revestem os outeiros.
Todos: O campos cobrem-se de rebanhos, e os vales vestem-se de espigas; exultam de alegria e cantam.

Ministério de Louvor

Processual de Entrada das Profissões: Apêndice 3 (abaixo) - narração enquanto jovens entram representando diversas profissões. 

Todos: "E você comerá do trabalho das tuas mãos e serás feliz" (Salmo 128.2)
¨
Oração de gratidão pelo trabalho, saúde, força, capacitação.

Agradecimento pela vida 
Dirigente
 - "Então formou o Senhor Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida, e o homem passou a ser alma vivente".
Congregação - Disse Jesus:"Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância".
Dirigente - Nós te agradecemos, ó Senhor, pelas vitórias que nos dás por intermédio de Cristo Jesus.
Congregação - Nós te agradecemos pelas alegrias que nos tens proporcionado, porque na tua destra há   delícias perpetuamente.
Dirigente - Agradecemos-te pela oportunidade que nos dás de usarmos nossa vida cooperando na expansão do teu reino aqui na terra. 

Congregação - Rendemos-te graças, Senhor, porque a tua misericórdia dura para sempre.
Todos: Louvamos-Te, ó Deus, porque em anos de lutas e glórias, as Tuas mãos tem dirigido nosso destino.

Ministério de Louvor

Agradecemos pela família
Dirigente - Graças te damos, Senhor, pelo cuidado que tens para com nossos lares, ajudando-nos em todas as necessidades. 
Mulheres - Rendemos-te graças pelo fortalecimento espiritual que as famílias cristãs recebem de ti.
Homens - Agradecemos pela força e dignidade que conferiste à mulher cristã. 

Dirigente - Damos-te graças pelo homem cristão que busca orientação em tua Palavra e confia somente em teu amor e em tua sabedoria.
Congregação – Rendemos-Te graças porque tens oferecido vida em abundância à nossa família, numa terra farta.
Todos - Rendemos-te graças, Senhor, porque a tua misericórdia dura para sempre.

Mensagem

Ministério de Louvor 

Agradecimento aos visitantes: 'Sejam bem vindos em nome do Senhor! Esta pode ser a sua igreja'

Todos: “O Senhor nos abençoe e nos guarde; O Senhor faça resplandecer o rosto sobre nós  e tenha misericórdia de nós; o Senhor sobre nós levante o rosto e nós dê a paz” (Números 6.24-26)

Benção Sacerdotal

Poslúdio Instrumental

Confraternização no Salão Social: Você é nosso convidado!
Decoração de Rosângela Emerich Heringer (IPB Jundiaí)
 ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


Apêndice 1 - PROCESSUAL DE ENTRADA DAS BANDEIRAS (RHNC):
Bandeira do Brasil:
Brasil: maior país da América do Sul e o quinto maior do mundo em área territorial.
País acolhedor e que tem recebido imigrantes de diferentes origens, aninhando hoje mais de 200 milhões de pessoas em seus braços.
Delimita-se com o Oceano Atlântico e com todos os demais países sul-americanos, com exceção do Chile e Equador.
Lar de grande diversidade de ecossistemas, recursos naturais e animais com uma grande gama de habitats protegidos.
Com topografia diversificada, encanta a todos com suas montanhas, planícies, planaltos e cerrados.
Privilegiado por um dos sistemas de rios mais extensos do mundo possui o maior rio do planeta em comprimento e em volume de água, o Rio Amazonas.
Destaca-se na agropecuária como maior produtor mundial de café, cana-de-açúcar, laranja e bovinos, sendo o segundo produtor de soja e frangos e terceiro produtor de milho, suínos e eqüinos. Isto se deve a amplitude do nosso território, clima favorável e a boa fertilidade do nosso solo.
País com sistema democrático de governo, possui uma constituição que estabelece liberdade total de religião.
Com grande diversidade, surpreende pela variedade de sua culinária, costumes, festas típicas, patrimônio cultural e belezas naturais que tem atraído turistas de todo mundo.
Apesar de sofrer ainda com a pobreza, a desigualdade social e a corrupção, tem tudo para superar e prosseguir, numa nova história. 
Oremos a Deus pelo nosso Brasil!

Bandeira de Minas Gerais:
               Minas Gerais, quarto estado brasileiro em área territorial e o segundo em     quantidade de habitantes sendo 60% descendentes de europeus, 28% de         africanos e 12% de indígenas.
              Localiza-se na Região Sudeste do Brasil, com topografia acidentada, com     alguns dos picos mais altos do país.
           Pela sua riqueza em recursos minerais, como o ouro e diamante, tem seu       passado marcado pela ganância dos homens que levaram Minas Gerais a           muitas e injustas batalhas.
             Privilegiada ainda pelos seus recursos hídricos naturais tem sido chamada      da caixa d'água do Brasil.
             Com clima tropical, possui uma fauna e flora diversificada e abundante,         especialmente em seu cerrado e  Mata Atlântica.
              O desenvolvimento mineiro ocorreu com a indústria cafeeira e a                   diversificação produtiva com uma agricultura forte que ajudou a impulsionar       o desenvolvimento industrial. Dentre eles, o metalúrgico pela exploração do       ferro na região central do estado.
                Hoje, Minas Gerais possui grande quantidade de usinas hidroelétricas e        a maior malha rodoviária do país.
                Destino turístico, atrai pelas suas exuberantes belezas naturais e                precioso patrimônio histórico.
              Destaca-se ainda pela sua cultura peculiar e culinária fascinante marcada      pelas suas famosas quitandas e delícias mineiras conhecidas mundialmente.
               Agradeçamos a Deus pelo nosso atraente Estado de Minas Gerais.

Bandeira do Município de Uberlândia (MG):
          Te agradecemos, ó Senhor, por nossa querida cidade de Uberlândia que tem um passado cheio de valiosas conquistas, contando páginas e páginas belíssimas de uma historia de união, desenvolvimento e trabalho.
        Localizada no Triângulo Mineiro é o segundo município mais populoso de Minas Gerais com alto Índice de Desenvolvimento Humano.
       A história de nossa cidade remonta ao bandeirantismo, tendo surgido como uma pequena comunidade de proprietários rurais.
       Recebeu o nome de Uberlândia que provém da palavra Ubere que significa fértil, farto, abundante, ou seja, a terra da fartura. 
        Sua economia é marcante na agropecuária. Apresenta também grande diversificação nos ramos industriais tanto para o seu consumo próprio como para exportação. Destaca-se ainda no cenário nacional na área de serviços.
       Recebe anualmente milhares de turistas atraídos especialmente pela hospitalidade do povo e pelas suas belezas naturais. Uma cidade próspera e como seu nome diz: fértil. Estas conquistas, esta prosperidade devemos à provisão do Senhor.
              Portanto, muito obrigada, ó meu Deus.

 ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Apêndice 2 - PROCESSUAL DE ENTRADA DAS OFERENDAS (adaptação do original do Rev. Magno Paterline)
Entrarão crianças, adolescentes, jovens carregando frutos da terra, seguindo a ordem:
1º - Água
2º - Leite
3º - Pão
4º - Vinho
5º - Frutas
6º - Verduras
7º - Cereais
8º - Flores
9º - Azeite
10º Animais

1º -   ÁGUA
No altar do Senhor trazemos a ÁGUA
Com gratidão pelas chuvas que regam os campos, permitindo a sua fertilidade.
Gratidão pelos rios e pelos mares, através dos quais a civilização navegou em embarcações e, em cujas margens deu-se início a muitos povoados.
A água que ruge com esplendor nos oceanos e que canta suavemente nos riachos cristalinos.
A água que sacia a sede, que traz a vida, que faz brotar a semente, que auxilia na limpeza, que  produz a energia.
Agradecemos ao Senhor, reconhecendo a Sua provisão.

2º - LEITE.
No Altar do Senhor trazemos o LEITE.
Com gratidão pela vida de tantos irmãos que madrugam todos os dias pra ordenhar suas vacas.
Obrigado Senhor pelo  precioso e rico alimento que fortalece a nós e a nossas crianças.
o   Pelo QUEIJO, pela MANTEIGA, pelos DOCES da farta mesa... pela terra que emana leite e mel.
Obrigado pelas fazendas e sítios da nossa bela terra.
Muito obrigado Senhor.
               
3º - PÃO
No altar do senhor trazemos o Pão.
Como agradecimento pela fartura... pela fé... pelo sustento... pela oração...
 “O Pão nosso de cada dia nos dá hoje...”
Reconhecemos aqui a nossa necessidade do Pão da Palavra do Senhor:
Palavra que alimenta nossa alma e traz vida e vida em abundância.
Obrigado por Cristo Jesus, o Pão da Vida, cuja memória reverenciamos pelo amor tão grande, que se deu por nós:
Disse Jesus na Santa Ceia, referindo-se ao pão: "Isso é o meu corpo, que é dado por vós... Fazei isto, em memória de mim...”

4º -  VINHO
No altar do Senhor trazemos o VINHO,
O vinho usado na comunhão, na Santa Ceia
O fruto da videira que simboliza a vida, o sangue de Cristo Jesus que se deu por nós.
Disse Jesus na Santa Ceia, referindo-se ao vinho: “... Isto é o meu sangue, que é dado por vós... Fazei isto em memória de mim...”

5º - FRUTAS
No altar do Senhor lembramos as frutas com gratidão
Frutas que trazem saúde e equilíbrio ao corpo
Verdadeiras maravilhas de um Deus Criador e sustentador
Um Pai de amor, que nos capacita a dar frutos eternos, de amor, perdão, paz:
Jesus Cristo disse:  "Eu sou a videira e vós as varas... Quem está em Mim e Eu nele, esse dá muito fruto... Porque sem mim, nada podeis fazer...”
Muito obrigado, óh Deus!

6º - VERDURAS
Obrigado Senhor pelas verduras que é prova do Seu cuidado pelo nosso corpo.
Verduras que renovam o nosso sangue e que fortalecem nossa imunidade.
Verduras que afastam as doenças e traz firmeza ao nosso corpo.
Conceda-nos, Senhor, dia a dia, as vitaminas espirituais que renovam nossa fé, nossa alegria e a nossa paz, a verdadeira paz que somente o Senhor pode dar.

7º - CEREAIS (arroz, feijão, aveia, milho, trigo, soja)
No altar do Senhor trazemos os CEREAIS:
Como gratidão pelos produtos da terra, que nutrem os animais e, especialmente, o  homem...
Uma dádiva que vem de Deus com vitaminas, sais minerais, fibras...
Cereais que eliminam radicais livres que danificam nossas células,
Cereais que melhoram o fluxo de sangue, que auxiliam na memória,  que evitam doenças
E sobre tudo isso o Mestre ainda nos garante:
“... Não andeis inquietos dizendo: O que comeremos? Ou o que beberemos? Ou com que nos vestiremos?  Mas, buscai primeiramente o reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas...”
É assim, bem assim que acontece para aqueles que fazem em Deus e para Deus a direção de todas as suas caminhadas...

8º - FLORES
No altar do senhor trazemos as FLORES
Que encantam, que promovem alegria, que festejam a criação com seu perfume e cores deslumbrantes. 
Flores que crescem nos jardins dos grandes palácios, em quintais modestos e, até em desertos e, em meio às pedras.
Flores que alegram e celebram a vida e também  reconhecem a morte...
Flores criadas, sustentadas por um Deus de poder e graça que veste as flores com esplendor que nem mesmo os reis conseguem: “... Olhai para os lírios do campo...”
Sim, prestemos atenção e agradeçamos por tão exuberante criação!

9º - AZEITE
No altar do Senhor trazemos o AZEITE.
Como gratidão pelo fruto da oliveira e, dispostos a dizer como o profeta Habacuque:
“... ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na videira, o produto da oliveira minta e os campo não produzam mantimentos; as ovelhas sejam arrebatadas e nos currais não haja vacas. Todavia, eu me alegrarei no Senhor e  exultarei no Deus da minha salvação...” (Hc 3:17-18)
Obrigado Senhor pelo azeite que cura as feridas; que alimenta as lâmpadas;
O azeite que unge os escolhidos...
Muito obrigado, Senhor!

10º ANIMAIS
Obrigado Senhor por cada ser vivo que compartilha conosco de Sua criação.
Agradecemos pelos animais selvagens que habitam nossas matas e pelos animais domésticos que nos alimentam e alegram o nosso dia a dia.
Ensina-nos a cuidar deles com respeito e a enxergar em cada ser vivo um pouco do Seu poder e da Sua majestade.
Obrigado Senhor por tão esplêndida criação!
Vamos repetir todos?
Obrigado Senhor por tão esplêndida criação!

 ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Apêndice 3 - PROCESSUAL DE ENTRADA DAS PROFISSÕES (Giulia Mendonça)
               A cada um, um dom. A cada qual, uma paixão.
              A cada ser uma essência e para cada um, o seu lugar.
             Do trabalho que enobrece o homem, que sustenta o lar, é nítido perceber o mover do Criador possibilitando que o labor grato do homem, seja uma maneira de glorificá-lo.
             Ao Senhor da ciência, do saber e do conhecer. Ao dono da Sabedoria e da Justiça, seremos eternamente gratos.
                                         


              Fotos do Culto de Ação de Graças - Sexta IPB - Udi - 2015:












         








      ¨http://br.freepik.com/vetores-gratis/maos-arvore-diversidade_765243.htm