“... Sob a Tua Palavra lançarei as redes" (Lc 5.5b)


'O Teu caminho, ó Deus, é de santidade.

Que Deus é tão grande como o nosso Deus?

Tu és o Deus que opera maravilhas e, entre os povos, tens feito notório o teu poder" (Sl 77.13-14)


quarta-feira, 26 de abril de 2017

'Decisões essenciais e inadiáveis'

          Após a morte do Rei Salomão, o Reino de Israel foi dividido em duas regiões (922 a.C):
* Israel, Reino do Norte, cuja capital era Samaria.
* Judá, Reino do Sul, cuja capital era Jerusalém.
          Duzentos anos depois (700 a.C), Israel foi destruída e o povo levado cativo pelos assírios: "... porque os israelitas não obedeceram ao Senhor..." (2 Rs 18.12).

          Neste período, surge um personagem formidável, o Rei Ezequias, que fala muito ao meu coração (2 Crônicas 29.1-11). 
          O Rei Ezequias era filho do Rei Acaz, rei perverso que chegou a queimar seus próprios filhos, morrendo sem honra (2 Cr 28.3,27). Neste clima de abominação, Ezequias, com 25 anos, assume o reino de Judá (2 Cr 29.1).

          O que eu aprendo com a história de Ezequias?
1.  Que a minha herança genética (2 Cr 28.1-6) e cultural, o meu passado, as circunstâncias em que eu vivo não podem ter o poder de decidir o meu presente ou o meu futuro.
         Penso que repetir os erros dos pais é uma decisão pessoal. Assim como, tornar-se prisioneiro de um passado de derrotas e rejeições, procurando culpados, acusando familiares e as precárias oportunidades que teve.
         Tenho uma amiga que nasceu num lar muito difícil, fruto de um relacionamento fugaz, de uma mãe ainda adolescente. Refletindo sobre o seu futuro, entendeu que se cumprisse os conselhos que recebia de sua família, poderia ter o mesmo destino de sua mãe. Decidiu fazer diferente. Hoje é uma profissional de muito sucesso, com uma família linda, equilibrada, exemplar.
"Declare o passado, diagnostique o presente e 

preveja o futuro" (Hipócrates, séc V a.C).
         
         Conta-se que Ezequias, ao assumir o trono, enxergou que o povo jazia na miséria e no opóbrio perante as nações vizinhas porque tinha se desviado o seu rosto do tabernáculo do Senhor e lhe voltado as costas. Então, reune os sacerdotes e os admoesta quanto a imundícia do santuário, por suas portas estarem fechadas e suas lâmpadas apagadas. Por não mais conduzirem o povo a adorarem a Deus. Completa, dizendo:
"Agora, estou resolvido a fazer aliança com o Senhor, Deus de Israel, para que se desvie de nós o ardor da sua ira" (2 Cr 10).

         Nossa vida é fruto de nossas decisões e existem algumas que não podem ser adiadas jamais! Tem que ser AGORA!
         Você já fez 1 aliança com o Senhor? Não desperdice a sua vida, faça agora ou renove!

         Decisões do passado nos trouxeram para o dia de hoje. Como está o seu hoje?
* A porta do seu coração está aberta para ouvir e obedecer ao Senhor? 
* Seu interior está limpo, pelo sangue do Cordeiro? 
* A lâmpada da Palavra de Deus está acesa no seu interior, indicando o caminho que você deve seguir? 
* O incenso de suas orações tem sido queimado na Presença do Pai? Incenso da adoração, da entrega, da submissão de tudo que tenho e que sou. 
          Quando isto não acontece, desfrutamos de uma vida medíocre, infeliz, miserável.
"Senhor, meu Deus, abre o meu coração, Templo do Espírito Santo que em mim habita, para ouvir a Sua Palavra, ilumine os meus caminhos, perdoa os meus pecados e faz de mim um adorador, sempre disponível na Sua Presença. Quero, agora, renovar minha aliança contigo. Cumpra-se em mim a Sua vontade, em Cristo Jesus".
          
2. Decisão sem atitude, sem mudança  não tem valor 
         O Rei Ezequias continua dizendo: "Filhos meus, não sejais negligentes, pois o Senhor vos escolheu para estardes diante dele para o servirdes, para serdes seus ministros e queimardes incenso" (2 Cr 29.11).
          Deus tem um propósito para sua vida.  
          O Rei Ezequias mandou os sacerdotes abrirem a porta do Templo, fazer uma faxina, removeu ídolos. 
          Na prática, como faço uma faxina? Reconheço que tenho pecado contra Deus e peço perdão e Ele é fiel e justo pra me perdoar de todo o pecado (1 Jo 1.9). Obrigada, Senhor! Louvado seja o Seu Santo nome por tamanha misericórdia!
          O Rei Ezequias foi tão arrojado e corajoso que arrebentou a serpente de bronze, relíquia antiga, que tinha 700 anos, da época de Moisés e que estava sendo idolatrada pelo povo.
          Tem alguma coisa, situação, pessoa, partido político que tem se tornado um ídolo na minha vida? 
"Deus, revela no meu coração aquilo que tem atrapalhado a minha comunhão contigo. Dê-me forças para abandonar e reverenciar somente ao Senhor" 

3. As minhas decisões afetam o meu presente, o meu futuro e também o presente e o futuro dos que convivem comigo.
         As consequências do que fazemos ou falamos respingam em todo mundo que convive conosco. Gestos, palavras, decisões são marcas impressas, 'coloca em funcionamento engrenagens com efeitos irreversíveis e eternos' (Rev. Magno Paterline).
          Ezequias mudou a história do seu povo quando decidiu fazer o que era reto!  

4. Mesmo fazendo a vontade de Deus, posso ter oposição (2 Cr 32.15,18,20);
          Ezequias teve oposição interna (2 Cr 30.7, 8a, 9-10), na forma de zombaria e externa (2 Cr 32.1-2; 13, 15, 18; 2 Rs 18.19). 
          Senaqueribe (Rei da Assíria) ameaça, ofende Ezequias, dizendo ao povo de Judá: “Não deis ouvidos a Ezequias, porque vos engana, dizendo: O Senhor nos livrará” (2 Rs 18.32b).

Ezequias anima o povo: 
“Sejam fortes e corajosos! Não tenham medo do Rei da Assíria e do seu enorme exército. Pois aquele que está do nosso lado é mais poderoso do que o que está do lado dele. Ele só conta com a força dos homens, mas do nosso lado está o Senhor, nosso Deus, para nos ajudar e para guerrear por nós” (2 Cr 32.7-8)

        Deus responde a oração do seu servo, Rei Ezequias e diz, referindo-se ao Rei da Assíria: 
“... Agora vou pôr uma argola no seu nariz e um freio na sua boca, e farei você voltar pelo mesmo caminho por onde veio” (2 Rs 19.28)
         O Anjo do Senhor fere mortalmente 185.000 assírios e o Rei Senaqueribe é morto pelo seu próprio filho (2 Rs 19.35-37).

5. Posso ter lutas, oposição, mas não estou sozinho.
Louvado seja Deus! Não estamos sós! Deus batalha por nós, diz:  
“... porque aquele que tocar em vós, 
toca na menina do seu olho” (Zc 2.8)

         Porque o Rei Ezequias se apegou ao Senhor e não deixou de segui-lo: "Assim, foi o Senhor com ele; para onde quer que saía, lograva bom êxito” (2 Rs 18.4-7).
         A decisão de Ezequias e suas atitudes resultaram num novo futuro para todo povo. Conta-se que ele restaurou muros (estabeleceu limites), torres (vigia), construiu cidades, um túnel de 533 metros, escavado na rocha sólida, sob Jerusalém (proeza de engenharia) para que a água fosse conduzida da Fonte de Gion até a piscina de Siloé, abastecendo Jerusalém sob o sítio dos assírios.

       Alguém disse: 'Não faça de sua vida um rascunho, você pode não ter tempo de passá-la a limpo'
        Avalie seu interior. Como esta o Templo do Espírito Santo? Peça perdão, tire os entulhos do Santuário. Considere os seus caminhos e volte seus passos para a Palavra de Deus (Sl 119.59). 
         Que façamos hoje, agora, um compromisso de buscar mais ao Senhor, de cuidar do nosso Templo e obedecê-Lo, em todo tempo.

        Quando? AGORA, como fez Ezequias (2 Cr 29.10)!
        E que Deus, como fez com Ezequias, nos presentei com uma vida extraordinária onde reine alegria (2 Cr 29.36; 30.26), interior sarado (2 Cr 30.20) e que tudo que fizermos esteja de acordo com o Seu projeto e seja bem sucedido, pra Sua honra e glória. 



Nenhum comentário: