“... Sob a Tua Palavra lançarei as redes" (Lc 5.5b)


'O Teu caminho, ó Deus, é de santidade.

Que Deus é tão grande como o nosso Deus?

Tu és o Deus que opera maravilhas e, entre os povos, tens feito notório o teu poder" (Sl 77.13-14)


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

"Dê um peteleco no feijão"

"Dê um peteleco no feijão"

            Enquanto aguarda a liberação do seu CRM de MG, Deborah está conosco e tem sido muito bom. Leomam perguntou-lhe se poderia falar à igreja na noite do seu aniversário (15/02/2012) e a resposta imediata foi afirmativa.

            Segue a meditação que ela fez. Espero que sirva pra sua edificação pessoal:
Texto Básico: Êxodo 3
            Momento histórico: Moisés vê a sarça ardendo e Deus revela o Seu plano de usá-lo na libertação do povo do Egito. Moisés recua, diz que é pesado de língua (Ex 4.10-12). Muitos acreditam que Moisés fosse gago.
           
            Certa noite em Jaboticabal, dando sopão num bairro carente, uma senhora aproximou-se com uma caneca e nela tinha um feijão grudado. Leomam questionou e ela disse: - “O que não mata, engorda”. Leomam deu um peteleco no feijão e colocou a sopa.

            Será que não precisamos dar um peteleco no feijão que temos conservado, às vezes com tanto apego? Às vezes, alguém nos admoesta e a gente retruca: “Deixa o meu feijão sossegado, não está incomodando ninguém”. Ou dizemos: “Jogue a primeira pedra quem não tiver um feijão na sua caneca”. Entretanto, há ‘feijões’ que podem matar sim!
            Acomodamo-nos, continuamos com nossa vida contaminada e vamos nos azedando. Às vezes é só um grãozinho de feijão e noutras é um pé, uma plantação inteira dificultando nossa vida.


            Deus diz a Moisés para tirar as sandálias dos pés porque iria pisar numa terra santa. Deus é santo. Ama o pecador, conhece a sua aflição (Ex 3.7), mas não admite o pecado.
            Rev. Magno Paterline dizia que muitos tem se acostumado com o sagrado, brincado com coisa séria. Gente que tem um ministério e, arrogante, se acha o melhor, o insubstituível. Gente que fica olhando, dedurando o feijão na caneca do outro e fica curtindo, às ocultas, o seu.
            Existem muitos exemplos de homens e mulheres que brincaram com a vontade de Deus e se ralaram.
            Moisés tirou suas sandálias e revela a Deus, com sinceridade, o temor do seu coração.

            Não sei aonde você tem pisado sem tirar as sandálias, sem confessar o ‘feijão’. A gagueira que tem contaminado, dificultado sua história. Qual é o seu ‘feijão’? Qual obstáculo tem impedido ou dificultado a sua caminhada com Deus? Reflita nisto.

Tem sandálias, ‘feijões’ pra tirar, pra eliminar de sua vida de modo a ter uma experiência inigualável de livramento com Deus e desfrutar de Sua Presença? Dê um peteleco no ‘feijão’ e busque refúgio entre os ombros do Pai: um lugar de refrigério, de verdade, de paz, onde sua fé é fortalecida e os sonhos não se vão...

Realmente, este lugar é tudo que eu preciso! 
Deborah finalizou sua meditação cantando: “Há um Lugar”, de Heloísa Rosa:
Há um lugar de descanso em ti
Há um lugar de refrigério em ti
Há um lugar onde a verdade reina, esse lugar é no Senhor
Há um lugar onde as pessoas não me influenciam
Há um lugar onde eu ouço teu Espírito
Há um lugar de vitória em meio à guerra, esse lugar é no Senhor
Esse lugar é no senhor (4x)
Há um lugar onde a inconstância não me domina
Há um lugar onde minha fé é fortalecida
Há um lugar onde a paz é quem governa, esse lugar é no Senhor
Há um lugar onde os sonhos não se abortam
Há um lugar onde o temor não me enrijece
Há um lugar que quando se perde é que se ganha, esse lugar é no Senhor
Jesus!
Tu és tudo o que eu preciso, Jesus!
Eu te preciso


2 comentários:

Tia Ju disse...

Linda mensagem, e realmente precisamos diariamente tirar o nosso "feijão" do fundo da nossa alma. Abraços carinhosos
Ju

Beto Dias disse...

muito linda mesmo as vezes precisamos mesmo de dar uma virada na nossa vida de verdade !!!